Brand Content, Content Marketing e Branded Entertainment: O que é preciso saber

 

Não é nada novo fazer uso de brand content para vender uma ideia ou produto, e ainda mudar o comportamento do público.

 

Tendência ou moda? Nenhuma das duas. Mas falar do assunto é obrigatório.Não é nada novo fazer uso de conteúdo para vender uma ideia ou produto e ainda mudar o comportamento do público. Isso sempre existiu.O que a internet fez foi ampliar sua importância, dando um salto na demanda por conteúdo.

Deixamos de ser passivos ao buscar as informações que queremos. Mas, com estratégias de alto nível, nos deixamos envolver pelos temas de nosso interesse.

Quando você menos percebe está lendo ou vendo algo que não previa inicialmente. Um assunto leva a outro por um caminho cuidadosamente planejado.

Mas o conteúdo não existe só no mundo digital. Muitas vezes, assuntos que bombam nas mídias sociais vem de grandes canais de massa.

A própria propaganda pode estimular o aprofundamento do assunto em outras plataformas. Você pode ler mais sobre esse assunto aqui. 

O conteúdo desenvolvido com o propósito de valorizar a imagem de uma empresa ou marca, influenciar a opinião de prováveis consumidores pode ter vários formatos.

Brand Content, Content Marketing e Branded Entertainment.

É importante saber que existe uma diferença nos objetivos e na forma de abordagem de conteúdos.

Entenda:

O Brand Content tem como ponto de partida o conteúdo que trabalha o posicionamento da marca para conquistar o consumidor.

Content Marketing requer o conhecimento sofisticado das personas para a produção de conteúdo relevante em diversos formatos e na periodicidade adequada.

Branded Entertainment usa a linguagem do entretenimento para criar e manter uma conexão emocional entre o público e a marca.

Um ponto muito importante para se desmistificar é que não basta ter um site com blog e alguns posts nas mídias sociais para que se diga que faz conteúdo.

Ele precisa chegar no público certo e conectá-lo com sua mensagem e marca, o que só ocorre com estratégias organizadas e estruturadas voltadas a resultado.

Como por exemplo, planejamento (baseado em comportamento das personas, ferramentas e decisões dos KPIs), execução (sem uma boa ideia na frequência adequada e com distribuição correta do conteúdo, nada sai do lugar) e mensuração (os KPIs – indicadores chave de performance, com as métricas que são essenciais para seu negócio).

As possibilidades de produção de conteúdo são imensas: shows, vídeos, artigos, infográficos, ebooks, posts, pesquisas, white papers, guias, webinars, quizzes, competições, virais, games, fóruns, depoimento celebridades, enfim.

Se você quer educar, ter reconhecimento, inspirar a decisão ou convencer, precisa saber o que inspira seu público.

 Zero11

Redação Paraná em Fotos

Portal Paraná em Fotos

Shares