Brasil tem uma moto para cada oito habitantes e perfil do motociclista é revelado

O Brasília Capital Moto Week, maior evento de motos da América Latina, comemora a ascensão do segmento. Dados mostram que motociclistas acima de 50 anos correspondem a cerca de 30% dos habilitados
Cerca de 50 mil motos irão se reunir no maior passeio motociclístico do mundo para celebrar a data e as conquistas do mundo das duas rodas no dia 27 de julho, o dia do motociclista e último dia do festival. O comboio será realizado a céu aberto e passará pelos principais pontos turísticos de Brasília, a concentração acontecerá na Granja do Torto a partir das 15h e a saída às 16h. 
Segundo levantamento do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) analisado pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), no primeiro semestre de 2019 foram emplacadas 530.034 motocicletas, correspondendo a um crescimento de 16% ante o mesmo período de 2018 (456.729 unidades). Quando falamos em produção, a proporção no Brasil é de uma motocicleta para cada oito habitantes. Na comparação com o mesmo período de 2018 o crescimento foi de 8,4%. São mais 27 milhões de motocicletas que rodam o país. O total de homens habilitados é de 24 milhões e setecentos mil e o de mulheres é de mais de 7 milhões e duzentos mil. Motociclistas acima de 50 anos correspondem a cerca de 30% dos habilitados.
O segmento teve um aumento grande e percebemos esse crescimento dentro do festival. A expectativa é que mais de 350 mil motocicletas passem pelo Brasília Capital Moto Week e o passeio reúna aproximadamente 450 mil motocicletas”, conta Pedro Affonso Franco, um dos organizadores do evento”. O festival deve reunir mais de 700 mil pessoas em dez dias. 
Perfil do motociclista brasileiro
Atualmente, 31.944.502 pessoas possuem habilitações da categoria A no País, que permite ao cidadão pilotar veículos motorizados de duas ou três rodas, conforme levantamento publicado pelo Anuário da Indústria Brasileira de Duas Rodas 2019. Estas habilitações envolvem a categoria A isoladamente e também esta associada a outras, como AB, AC, AD e AE, correspondendo a 44,5% do total de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH’s) emitidas no Brasil. Entre estes habilitados, 77,3% são homens e 22,7%, mulheres.
A região Sudeste do País concentra o maior número de motociclistas habilitados (42,2%), seguida pela Sul (20,3%), Nordeste (18,5%), Centro-Oeste (11,2%) e Norte (7,8%).
A maior faixa etária dos motociclistas brasileiros, tanto homens como mulheres, está entre 31 e 40 anos, com 31% para eles e 36,8% para elas, em relação ao total de faixas. Na somatória das principais faixas etárias, entre os homens quase 52% têm idade de 31 a 50 anos. Entre as mulheres, mais de 54% apresentam idades variando de 31 a 50 anos.
A motocicleta é utilizada como meio de locomoção por 92% de seus usuários no País. Simultaneamente a isso, é utilizada para o lazer por 67% e para o trabalho e geração de renda por 3% deles, considerando-se o múltiplo uso do veículo pelo mesmo condutor.
Divulgação

 

Redação Paraná em Fotos

Portal Paraná em Fotos