Porto de Paranaguá vai adotar arrendamentos

 

Segundo o Governo do Estado, os novos projetos de arrendamentos previstos para o Porto de Paranaguá aumentarão em 57% a capacidade de carregamento diário de grãos no terminal paranaense. Atualmente, estão interligados ao Corredor de Exportação (Corex) do Porto de Paranaguá dez empresas e uma outra está em fase de implantação. A capacidade estática do Corex gira em torno de 1,5 milhão de toneladas, com capacidade de embarque estimada de 140 mil toneladas/dia, utilizando seis shiploaders.

“Com a implantação de dois novos armazéns e a inclusão de dois novos berços de atracação no Corredor de Exportação, a capacidade estática passará para 1,8 milhão de toneladas, ou seja, 20% a mais do que a capacidade atual”, explica o diretor-presidente da Appa, Luiz Henrique Dividino. “Já a capacidade de carregamento diária terá um aumento de 57%, chegando a 220 mil toneladas”, completa.

Além da capacidade de carregamento os novos arrendamentos trarão outros benefícios como o aumento da concorrência, melhoria na prestação dos serviços portuários e redução de custos para os usuários do porto.

“Com a implantação destes novos projetos, a Appa pretende atender os navios na forma de janela de atracação, ou seja, com data marcada, zerando o tempo de espera para atracação, garantindo o pronto atendimento aos exportadores do Paraná e do Brasil”, explica Dividino.  – AEN

 

.

.

.

.

.

Redação Paraná em Fotos

Portal Paraná em Fotos

Shares