1 de março de 2024
SAÚDE

Cinco dicas para empreender com resultados

 

O empreendedorismo cresce no Brasil. Em 2017, pela primeira vez na história do país, o número de pessoas que trabalham em seus próprios negócios ou em uma vaga sem carteira assinada superou o número de vagas formais. O levantamento a partir dos dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que, tanto os índices de desemprego quanto o desejo ou a necessidade de empreender são os responsáveis por essa transformação entre os trabalhadores brasileiros.

Outra pesquisa do IBGE, entretanto, mostrou que menos de 40% das empresas abertas sobrevivem aos primeiros cinco anos no mercado. As causas são variadas (falta de planejamento, análise de mercado ineficiente, marketing deficitário), mas os números negativos não diminuem o desejo de empreender dos brasileiros.

Roberto Eskenazi é diretor executivo da Gráfica Online Eskenazi, uma empresa com mais de 60 anos de tradição no mercado gráfico brasileiro. Para ajudar os empreendedores a obterem sucesso em seus negócios, o empresário preparou 5 dicas:1. A busca pelo negócio certo

O primeiro passo é determinar em que área se quer empreender. De tempos em tempos, algumas listas são divulgadas apontando os segmentos mais lucrativos e com mais perspectivas de negócios. “Mas na hora de escolher onde investir é preciso ter em mente mais do que apenas ‘a área que dá dinheiro’. Trabalhar com o que gosta é uma raridade, mas é mais comum entre empreendedores. Saiba aproveitar a oportunidade”, comenta Eskenazi.

2. Criação e valorização de equipe

Muitas vezes, um empreendedor dá os seus primeiros passos sozinho e, conforme seu negócio vai se consolidando no mercado, precisa contratar outras pessoas e delegar funções. A cautela é imprescindível na formação de uma equipe de trabalho porque o conjunto de habilidades dos profissionais envolvidos é o que pode manter as engrenagens girando em momentos de dificuldade. Valorizar e até recompensar esses profissionais é uma forma de manter a equipe sempre motivada e empenhada em continuar alcançando resultados positivos.

3. Aprender com os acertos e, principalmente, com os erros

“Ao longo da nossa experiência profissional, é fácil olhar pra trás e ver onde erramos e acertamos. No dia a dia, essa percepção é um pouco mais complexa, mas estar por dentro de tudo o que acontece dentro da empresa e também atento às experiências de outros empreendedores é um bom caminho para repetir os acertos e evitar os erros”, afirma Eskenazi.
Ele destaca ainda que a orientação fornecida por instituições como o Sebrae, que prestam auxílio aos novos empreendedores, é fundamental para ajudar na tomada de decisões.

4. Compreendendo cada realidade

Embora seja possível aprender com experiências alheias, é preciso entender que não existe uma fórmula mágica para o sucesso de um empreendimento. O que funciona com um, pode não funcionar com outro, porque existe uma série de circunstâncias variáveis para cada situação.

Por isso, a análise de mercado é tão importante, pois permite que o empreendedor perceba o momento certo de investir, de ampliar, de ousar e mesmo de recuar quando necessário. Essa experiência acaba gerando um feeling que nenhum curso ou workshop é capaz de proporcionar.

5. Preparando-se para o pior

Mesmo com todo o planejamento necessário, cronograma no prazo e obrigações em dia, o impensável pode acontecer. Estar preparado para as situações adversas vai além de construir reservas financeiras porque nem sempre os problemas estarão relacionados à situação econômica da empresa.

“Acertar de primeira é um privilégio de raríssimos empreendedores. Entre os que obtiveram sucesso, será muito mais comum ouvir o discurso da persistência. Se não deu certo na primeira tentativa, tente de novo. E, se necessário, mais uma vez”, finaliza Roberto Eskenazi.

Redação Paraná em Fotos

Portal Paraná em Fotos