Como vender online mesmo com crise econômica?

 

Vender online é um desafio para pequenos empresários e profissionais liberais, principalmente em função do mercado complexo e competitivo. Mas como eles podem se desvencilhar dos obstáculos e conquistar resultados mesmo em tempos difíceis?  

 

Vender online é um desafio para micro e pequenas empresas e também para profissionais liberais, especialmente porque não há como contar com os diversos estímulos de um empreendimento físico, que tem recepcionistas e vendedores simpáticos, além de um ambiente charmoso. Também não há pessoas diariamente passando próximo à sede, como se o negócio estivesse localizado em um shopping ou em uma rua movimentada. O único ponto de contato entre as pequenas empresas e os potenciais clientes é a telinha do PC ou smartphone. Logo, atrair a atenção das pessoas que podem comprar o produto ou serviço delas pode se transformar em um problema.

Inclusive, vender online poderia ser uma alternativa para os pequenos negócios e profissionais liberais faturarem mais, principalmente porque 23% das empresas no Brasil fecham as portas nos 2 primeiros anos, de acordo com o Sebrae Nacional e 6 a 10 negócios encerram as suas atividades nos 5 primeiros anos, segundo o IBGE.

Mas os pequenos empresários acabam concorrendo com os grandes empreendimentos e ainda disputando espaço com os múltiplos estímulos na internet, desde vídeos com cachorrinhos fofos até fotos de amigos durante a viagem dos sonhos. Então, o que os pequenos podem fazer para vender online em tempos de crise?

 

Vender na crise é uma questão que vai além

Vender online não é um drama só das pequenas empresas e profissionais liberais. Até os vendedores consideram que vender têm se transformado em uma verdadeira provação. A pesquisa “State of Inbound”, da Hubspot, mensurou que 34% dos vendedores dizem que fechar negócio está ficando cada vez mais difícil.

Prospectar clientes é considerada a etapa mais difícil do processo de vendas por 42% dos profissionais. E para completar essas estatísticas, ainda temos o seguinte número: 75% dos negócios nunca se concretizam, conforme informações divulgadas pela pesquisa Sales Hackers.

Além disso, nos últimos 3,5 anos, a concorrência para micro e pequenos negócios se tornou maior, porque para criar uma alternativa de renda frente ao desemprego, o brasileiro passou a empreender para retornar ao mercado de trabalho. Em menos de 4 anos, foram criadas 11.000.000 de empresas, de acordo com o Sebrae Nacional.

Então, os pequenos empresários estão diante de um mercado complexo e difícil, especialmente para vender mais.

 

Mas existe uma saída para vender online em tempos de crise

A internet pode ajudar (e muito) o micro e pequeno empresário e também ao profissional liberal  a vender, porque através dela, eles podem encontrar pessoas de vários lugares do Brasil e até do mundo para comprar o produto ou serviço deles.

Porém, diante de perspectivas tão amplas, os pequenos empresários precisam escolher o caminho certo para alavancar as vendas online dos negócios e, para isso, eles precisam de um mapeamento completo e detalhado sobre o nicho e os potenciais clientes deles.

Porque com essas informações, os pequenos empresários e profissionais liberais conseguem concentrar os esforços de vendas e maximizar o faturamento, ou seja, eles planejam de maneira estruturada a atuação do negócio, realizando as prospecções de clientes totalmente focadas nos mercados potenciais.

Inclusive, para Regiane Santos, Founder e Gestora de Soluções da Vender Mais na Web, esta atitude pode mudar o fluxo de caixa de um pequeno empreendimento da água para o vinho. “O dono tem nas mãos os dados que farão o negócio dele crescer. O achismo fica de lado e as certezas ganham espaço. Assim, ele deixa de dar tiros para todos os lados e mira só no centro do alvo”, acredita Regiane.

 

Então, o que deve ser feito para vender online?

Ao estarem ciente dos desafios do mercado atual, os pequenos empresários e profissionais liberais devem investir no planejamento de ações para vender online, afinal, conhecer bem o nicho e o comportamento de compra dos potenciais clientes será decisivo para que eles possam estruturar ações assertivas e garantir novas receitas.

E para ter esse mapeamento completo em mãos, eles podem contratar uma consultoria especializada nisso, como a Vender Mais na Web. A empresa reúne consultores com expertises para alavancar vendas online de pequenos negócios.

Vender Mais na Web

Redação Paraná em Fotos

Portal Paraná em Fotos